mobirise.com

TREKKING TUR

Muito mais que uma viagem

Trekking Tur com a Cariocas

Através da nossa parceria com a Equipe Trekking no Rio, oferecemos à nossos clientes as mais belas viagens de aventura.

As viagens de ecoturismo oferecem um contato mais próximo com a natureza e culturas locais. Nossos pacotes são planejados com cautela e tem a orientação de especialistas.

Calendário

Confira as próximas aventuras

Dezembro

09 - Pedra Bonita - caminhada leve

10 - Cachoeiras do Horto

15 a 17 - Ibitipoca Janela do Céu com a travessia pelo rio + Circuito das águas

Viagem a Ibitipoca em Janeiro

De 19/01 a 21/01/18

Faremos o passeio tradicional a Janela do Céu, durante este percurso passaremos por Grutas e belos mirantes, faremos a travessia da Janela do Céu pelo rio, passeio imperdível!!!

No segundo dia faremos o circuito das Águas que é um lindo roteiro com muitos banhos nos lagos e cachoeiras do Parque Estadual do Ibitipoca.

Levar lanterna, agasalho para usar a noite, capa de chuva, roupa de banho, repelente, protetor solar, roupas extras, dinheiro extra porque em Ibitipoca não tem agências bancárias, alguns locais aceitam pagamento por débito.


Saída do RJ na sexta à noite às 18hrs no dia 19/01 com retorno no domingo a tarde às 16:30hrs saindo de IBITIPOCA - MG, na volta passaremos na Fábrica de Queijo Dom de Minas.


Inclui no pacote :


** Hospedagem em pousada com café da manhã em quarto com tv e frigobar.

** ingressos do parque

** Degustação na fábrica de queijo Dom de Minas.

** Transporte em van

** 01 Guias Embratur

** Travessia da Janela do Céu pelo rio, grutas e cachoeiras e outros atrativos belíssimos + o circuito das águas parte baixa.

** Inclui as fotos gratuitas deste evento após a viagem pelo Face.


Não inclui :


** almoço


Valor do pacote :


Valores para 01 pessoa: R$ 640,00 sendo depósito


Pagamento no cartão em até 6x


Depósitos :


1º pagamento até o dia 30/11 - R$213,33

2º pagamento para o dia 18/12 - R$213,33

3º pagamento para o dia 15/01 - R$213,33

Valores para 02 pessoas no mesmo quarto : R$ 500,00 por pessoa sendo depósito


Pagamento no cartão em até 6x


1º pagamento até o dia 30/11 - R$ 166,67 por pessoa por mês

2º pagamento para o dia 18/12 - R$ 166,67 por pessoa por mês

3º pagamento para o dia 15/01 - R$ 166,67 por pessoa por mês


Valores para 03 pessoas no mesmo quarto: R$ 555,00 por pessoa sendo depósito


1º pagamento até o dia 30/11 - R$ 185,00 por pessoa por mês

2º pagamento para o dia 18/12 - R$185,00 por pessoa por mês

3º pagamento para o dia 15/01 - R$ 185,00 por pessoa por mês




Mais pacotes

Algumas dicas de segurança da Equipe Trakking no Rio

Cuidado especial com seus pés


Prefira as meias com 80% de algodão, pois meias finas para caminhadas onde o percurso leve entorno de 02 horas caminhando, por mais simples que seja o percurso existe o atrito dos pés com a sola do tênis e também é muito importante se usar tênis de caminhada que tenham aderência, pois tênis de corrida não é indicado mas dá para fazer sendo que este tipo de tênis não tem seu solado aderente e caminhadas longas o seu tênis que era usado como opção de caminhada no asfalto ou corrida ele irá desgastar muito mais.Utilize tênis específico que é vendido em lojas especializadas.
Use sempre uma bota/tênis amaciada, nunca uma nova ou aquela mais velha que você não usa a muito tempo.
Limpe bem os pés e se possível passe uma camada de vaselina antes de colocar as meias.Assim, o atrito que pode causar bolhas deverá ser amenizado.
Não pense em economizar peso deixando de levar meias extras, você deve tê-las á mão para trocá-las cada vez que os seus pés estiverem molhados.
Se estiver com bolhas lave com água e sabão e fure-as com muito cuidado com uma agulha desinfectada ou então o mais indicado é procurar um médico ( Dermatologista ) para fazer este procedimento.Nunca tire a pele, passe um anti-séptico e faça um curativo com gaze.
Mantenha-as limpas, pois bolhas infeccionadas podem causar um estrago considerável em seus pés e acabar antes com sua viagem.

O que levar na mochila

Leve sempre água, tem a opção de levar outros ítens como: barra de cereal, banana, banana passa ou bananada, biscoito cereal , biscoito de chocolate , barrinha de chocolate, frutas, biscoito salgado ( quem tem pressão baixa é bom ter na mochila um pacote de biscoito salgado ), leve roupas extras quando for fazer passeios de cachoeira ou passeios longos para trocar a roupa suada por uma limpa, prefira roupas leves para homens bermuda, calça de trekking ou calça de tactel, Nunca use calça jeans, para as mulheres calça de ginástica , short ou calça de trekking ou tactel. Leve seus remédios habituais caso necessite tomar durante o passeio, leve repelente, protetor solar, boné ou chapéu, máquina fotográfica, leve seu kit primeiros socorros como gaze, esparadrapo, água oxigenada e um anti-séptico,

O que fazer sobre picadas de insetos


Lave a picada com água e sabão para retirar o ferrão, raspe o local com a borda de um cartão ou com unha cuidadosamente, não esprema e nem puxe, pois pode espalhar o veneno que ele contém.
Se estiver doendo muito passe um creme Cortisona, que alivia e possui ação antiinflamatória, recomendada por João Luis Cardoso, médico do Hospital de Instituto Butantã.Se for alérgico, não se esqueça de ter sempre um anti-histamínico no bolso.

Acessórios úteis quando for acampar

Tenha sempre uma lanterna á mão e de preferência lanternas que usem pilhas grandes pois tem maior durabilidade e tem uma maior quantidade de luz ( luz mais intensa ). O fogão de acampamento mais comum, o de duas bocas é mais estável e mais seguro que o fogareiro porque não é ligado diretamente ao bujão de gás.

Leve isolante térmico, mesmo que voce tenha um colchonete, pois o colchonete puro não isolará a temperatura do seu corpo com o chão. Se possivel prefira colchões infláveis, assim evita de levar o isolante térmico que é uma coisa a menos para carregar, levar canivete suíço e remédios habituais de cada pessoa.Muitas pessoas viajam para acampar, e algumas delas utilizam 2 dias de hospedagem ( 1 dia chegada e outro saída) para “ter um ponto de apoio” que no caso seria um local para passar a noite, planejar bem o camping e levar somente o necessário, um site bem interessante que permite comparar preços de vários hotéis no mundo todo é o http://www.trivago.com.br

Dicas de alimentação

Alimentar-se bem antes de fazer qualquer atividade física, pois as caminhadas ecológicas são totalmente diferentes das caminhadas tradicionais no asfalto, pois na trilha tem seus obastáculos naturais como pedras, subidas ingremes e as vezes longas, evitar de consumir queijo prato e presunto no café da manhã pois te dará a fadiga mais rapidamente isso é comprovado pelos nutricionistas de esporte de aventura, coma alimentos que tenham calorias, pois estes serão eliminadas no percurso da trilha que irá fazer, leve na mochila castanha de caju, barras energéticas e uma coisa que é muito boa no café da manhã é pão de forma ou integral com queijo minas e um suco natural de preferência.

Tab heading 6

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Pellentesque quis quam in risus pulvinar ultrices eget non sem. Vestibulum ante ipsum primis in faucibus orci luctus et ultrices posuere cubilia Curae proin accumsan odio.

Aventure-se

Pedra da Gávea

A Pedra da Gávea é o maior bloco de pedra à beira mar do mundo, chamado assim pela semelhança com a gávea, cesto para observação situado no mastro das caravelas portuguesas. Conhecida como a cabeça do imperador, o lado da Pedra oposto ao mar, aparenta o formato de um rosto, e por isso era chamada pelos índios de "Metaracanga", a cabeça enfeitada.

Pedra da Gávea
Cachoeira do Mendanha

Cachoeira do Mendanha

No Parque Municipal do Mendanha se encontra um dos complexos de cachoeiras mais completos e bonitos que existem na cidade do Rio. Parece até um parque aquático, pois as atrações são coladas umas as outras.
O Parque é um fragmento florestal bem preservado que se avista ao longo da Avenida Brasil, na altura da zona Oeste.

Cachoeira dos Primatas

No Horto Florestal do Rio de Janeiro existem diversas cachoeiras. Uma das principais é a Cachoeira dos Primatas. Em época de chuva, suas águas do Rio Algodão possuem um ótimo volume de água, fazendo ela ser uma das mais belas cachoeiras da cidade. Neste post, vou mostrar dois caminhos diferentes para você até ela, um mais fácil e outro para os mais aventureiros.

Cachoeira dos Primatas
Morro das Andorinhas

Morro das Andorinhas

Se você deseja conhecer um lugar lindo, bem pertinho da natureza, com certeza vai adorar a Trilha Morro das Andorinhas!
O Morro das Andorinhas é uma natural divisão das praias de Itacoatiara e Itaipu, que segue em direção ao mar e marca presença no Parque Estadual Serra da Tiririca. O local oferece muitos atrativos e Trilhas.

Morro da Babilônia

Para além das paisagens, do Morro da Babilônia é possível ver os contrastes do Rio de Janeiro. Essa trilha traz uma boa oportunidade de conhecer o estilo de vida de uma comunidade carente de recursos, mas rica em belezas naturais - o Chapéu Mangueira e o próprio Morro da Babilônia. 
A trilha também é rica em história. O topo do Morro da Babilônia era uma área militar estratégica no controle da entrada de embarcações na Baía de Guanabara. Ainda existem algumas casamatas para observação construídas na época da 2ª Guerra Mundial, quando o Brasil foi ameaçado por ataques de submarinos nazistas. Outras ruínas são ainda mais antigas, provavelmente da mesma época do Forte do Leme (1722).

Morro da Babilônia
Pedra do Sino

Pedra do Sino

A Pedra do Sino, com 2.275 metros de altitude, é o ponto culminante do Parque Nacional da Serra dos Órgãos. Muito procurada por montanhistas e amantes da natureza, possui inúmeros e impressionantes vales, além de seus belos penhascos. Suas plataformas de pedra oferecem uma exuberante visão panorâmica de toda região. De seu topo avista-se a Baixada Fluminense, a Baía de Guanabara, a Cidade de Niterói e a do Rio de Janeiro, além de outros picos do próprio parque, como: Dedo de Deus, Dedo de Nossa Senhora, Escalavrado, etc. Caso a visibilidade esteja boa, também é possível avistar o Pão de Açúcar, a Pedra da Gávea e o morro do Corcovado, na cidade do Rio de Janeiro.

Pico do Perdido

Também chamado de Pico do Papagaio, Pirâmide do Grajaú ou Pedra do Andaraí, o Pico do Perdido é um grande bloco rochoso que se eleva a 445m de altitude em seu ponto mais alto. Localizado no bairro do Grajaú, tornou-se o símbolo natural da região e o destino certo para aqueles que procuram o montanhismo. Não apenas por trilha, mas diversas vias de escalada sobem ao cume deste monumento. Por sua importância, a área foi anexada ao Parque Nacional da Tijuca em 2004, fazendo limite com o Parque Estadual do Grajaú, ao nordeste.

Pico do Perdido
Pico da Tijuca

Pico da Tijuca

Esta trilha é um dos marcos do ecoturismo no Rio de Janeiro. O relato mais antigo da existência dessa trilha data de 1853 e a primeira sinalização para auxílio aos montanhistas foi feita em 1885. 117 degraus de pedra compõem a etapa final da trilha, cuja história possui diferentes versões. Uma hipótese envolve a visita do Rei Alberto da Bélgica ao Brasil em 1920 a convite do então Presidente Epitácio Pessoa. O Rei apreciava o estilo de vida ao ar livre da cidade, tomava banhos de mar e, em toda a oportunidade que o protocolo permitia, buscava aproximar-se da natureza. Em um de seus passeios o monarca foi até a Floresta da Tijuca após um período de chuvas e acabou por subir o Pico, para desespero da sedentária comitiva que o acompanhava. Dizem as lendas que, por ser montanhista, o Rei achou uma afronta a construção de uma escada e não a usou para chegar ao topo, deixando toda a elite local para trás, boquiaberta.

Pedra Bonita

A trilha da Pedra Bonita está localizada dentro do Parque Nacional da Tijuca, setor C, precisamente entre a Pedra da Gávea e os bairros de São Conrado e Barra da Tijuca. Tem trechos íngremes, o que pode aumentar o desgaste físico já que parte do percurso tem vegetação baixa e não oferece proteção solar natural. A caminhada é agradável e passa por áreas de reflorestamento com mata fechada. A surpresa vem quando se chega ao cume, que proporciona uma vista deslumbrante da Pedra da Gávea, Praias da Barra, São Conrado, Leblon e Ipanema, além do Morro Dois Irmãos, Floresta da Tijuca e algumas partes da Zona Sul.

Pedra Bonita
Morro do Elefante

Morro do Elefante

Com mais de 720 metros de altitude, este morro é um dos mais conhecidos da cidade maravilhosa. Lá do alto é possível ver boa parte da Zona Norte do Rio e ter uma visão privilegiada do Estádio do Engenhão. Além disso, para os fundos da Baía de Guanabara e na linha do horizonte é possível ver a silhueta da Serra dos Orgãos.

Serra do Vulcão

Conhecido como a região do “Vulcão de Nova Iguaçu”, a serra de Madureira é um setor dentro do parque voltado para a cidade de Nova Iguaçu. Seus atrativos são a Pedra da Contenda, a rampa de voo livre, a cratera do vulcão e uma bela vista que muitos não imaginam que seja possível obter da baixada fluminense.
Da trilha, é possível acessar três atrativos distintos. o vulcão e a pedra da Contenda, pela esquerda e a rampa de voo livre, ao lado direito.

Serra do Vulcão
Bico do Papagaio

Bico do Papagaio

O Bico do Papagaio com seus 989 metros de altitude é o segundo ponto mais alto do Parque Nacional da Tijuca e tem esse nome obviamente pelo seu formato pontudo. Primitivamente ele era chamado de Pedra Dente ou Dente dos Espíritos, este pico era evitado pelos supersticiosos índios tupinambás, eles acreditavam que dali emanavam maus fluidos.